Carrinho de compras
Seu carrinho está vazio

Atendimento

0

Frete Grátis

Para compras acima de 1.200,00

Descontos

para pagamentos à vista

Entrega local

receba seu pedido hoje

Pague com cartão

em ate 10x s/ juros

Segurança

Loja 100% segura

20/07/2023

Condromalácia patelar

O que é, como é avaliada, as possíveis causas, primeiros sinais, tratamentos e prevenção da condromalácia patelar?

Muitas pessoas que já passaram por ortopedistas com dores nos joelhos, com certeza já ouviram falar em condromalácia patelar.

 

MAS AFINAL, O QUE É CONDROMALÁCIA PATELAR?

Condromalácia patelar é um desgaste (amolecimento anormal) na cartilagem do joelho, que pode evoluir para a quebra de sua integridade (rachaduras), numa região chamada condilo femoral, que acaba ocasionando dor e inflamação.

 

 

 

QUAL A FUNÇÃO DA CARTILAGEM?

A função do revestimento de cartilagem é permitir o deslizamento da patela (rótula) no fêmur durante o movimento de flexão e extensão do joelho. Ela funciona como uma polia melhorando a articulação e protegendo as estruturas internas.

Como possui conexões com praticamente todas as estruturas articulares, a cartilagem sofre ações de forças multidirecionais gerando sobrecargas na sua face interna. E se, por algum motivo, essas sobrecargas sofrem alterações ou desequilíbrios podem surgir as lesões.

 

COMO É AVALIADA?

Como o tecido cartilaginoso não possui terminações nervosas, a dor retratada é atribuída normalmente ao fator causador da sobrecarga/lesão, sendo descrita como profunda e algumas vezes como ardência. Para avaliar a condromalácia o melhor exame é a Ressonância Magnética.

A Condromalácia é classificada de acordo com o grau de lesão da cartilagem em:

  • Grau I: Quando há apenas um amolecimento;

  • Grau II: Há um “desfiamento” condral;

  • Grau III: Há rachaduras na superfície;

  • Grau IV: Há exposição do osso subcondral.

 

POSSÍVEIS CAUSAS

  • Traumas crônicos por fricção e impacto entre a patela e o sulco patelar do fêmur (ex: práticas esportivas como, volei, tênis, corrida, basquete, futebol, entre outros);

  • Microtraumatismos de repetição;

  • Anatomia histológica ou fisiológica que podem desencadear o enfraquecimento e consequente amolecimento da cartilagem;

  • Alterações de alinhamento da patela (hipertrofias, hipotrofias, encurtamentos musculares, etc);

  • Diminuição da flexibilidade (isquiotibiais e reto femoral);

  • Alterações do ângulo Q do joelho;

  • Sobrepeso ou obesidade;

  • Prática inadequada de exercícios físicos (sem orientação profissional);

  • Uso prolongado de salto alto;

  • Artrose.


 

PRIMEIROS SINAIS

Aos primeiros sinais de possíveis problemas procure tratamento profissional para uma avaliação correta. 

  1. Estalos;
  2. Inchaço por baixo da Patela;
  3. Dor localizada entre a Patela e o Fêmur;
  4. Dor constante no meio do Joelho;
  5. Dor durante uma Corrida;
  6. Dor ao descer ou subir escadas e ao ficar muito tempo sentado;
  7. Aumento da Sensibilidade em dias frios e Sensações de Fraqueza/Falseios;
  8. Sensação de travamento e bloqueio articular.

Na maioria dos casos poderá haver melhora após uma boa reabilitação, que pode envolver, fortalecimento e reequilíbrio muscular do joelho e do quadril. Apenas uma pequena parcela dos casos não tem evolução favorável.


LEIA SOBRE COMO TRATAR A CONDROMALÁCIA PATELAR!

  • A partir de: R$ 1.350,00
    Comprar
  • A partir de: R$ 905,00
    Comprar

    Joelheira Genutrain

    A joelheira Genutrain é melhor joelheira ortopédica do mundo. Ela é perfeita para dar estabilidade, segurança e conforto para seus joelhos. Proporciona alívio da dor, compressão, e conforto. Produzida 100% na Alemanha. Cuide de sua mobilidade com Genutrain