Tendinite patelar: Entenda o que é, as causas e como tratar!

Uma das lesões mais recorrentes no joelho, principalmente entre atletas e esportistas em geral, é a Tendinite Patelar, também conhecida como Joelho de Saltador. Leia este artigo para entender o que é, as causas e possíveis formas de prevenção e tratamento. 

 

O que é?

Tendinite patelar é uma lesão que ocorre no joelho. Clinicamente falando, é uma inflamação no tendão que liga a patela (rótula) à tíbia. Por ser uma lesão causada, principalmente por esforço repetitivo, é muito comum em atletas de diversas modalidades, mas principalmente naqueles que praticam esportes de impacto como corrida (de rua e de montanha), jogadores de basquete, tênis, ciclismo, squash e principalmente esportes que envolvam saltos.


Pode ocorrer também em pessoas que possuam algum tipo de desalinhamento dos membros inferiores, como quadris largos ou pés com arcos, por exemplo.

Tendinite patelar: Entenda o que é, as causas e como tratar!

 

Quais os principais sintomas?

A tendinite patelar pode ser classificada em 4 estágios, cada um com intensidades diferentes. No primeiro, o paciente sente dor somente após praticar atividades físicas. Já no segundo, a dor ocorre durante e após a prática de exercícios, mas ainda não há a incapacidade de praticar suas atividades. O terceiro e quarto estágio são, consequentemente, os mais delicados pois a dor acontece durante e após a atividade física e já existe a dificuldade crescente na prática esportiva, onde já existe a necessidade de cirurgia (quando ocorre a ruptura do tendão).

Os sintomas mais comuns são:
• Dor e sensibilidade no joelho;
• Dor que se intensifica ao saltar, correr e ao subir ou descer ladeiras e escadas;
• Inchaço;
• Dificuldade de movimentação e
• Sensação de joelho enrijecido ao acordar.


Diagnóstico

O diagnóstico da tendinite patelar é feito por um médico por meio de exame físico. Se houver necessidade, outros exames podem ser solicitados, como radiografia, ultrassonografia e ressonância magnética.


Tratamento

O tratamento para tendinite patelar será definido de acordo com a gravidade da lesão. Há várias opções de tratamento antes de partir para cirurgia, que só é feita em casos extremos.


Tratamento não-cirúrgico

Para casos mais leves, o tratamento pode adotar medicamentos anti-inflamatórios, ou apenas aplicação de gelo ou laser.
A inflamação faz parte do processo de cura e renegação celular, através dela o próprio organismo fornece os mecanismos para a reparação das células. Parece estranho dizer, mas o corpo precisa passar pelo processo inflamatório para ocorrer a recuperação completa. Em contrapartida, inflamações muito severas podem causar danos secundários e ainda maiores ao tendão. Daí a importância de você procurar atendimento com um especialista que saberá determinar exatamente qual o melhor tratamento para o seu caso.

Etapas do tratamento não cirúrgico:

1) Alívio da dor e controle da inflamação;

2) Fortalecimento muscular com supervisão de especialista;

3) Se você for um atleta, um treino adicional para melhorar sua performance nos saltos e fazer correções de postura também poderá ser adotado;

4) Fisioterapia com aplicação de laser e/ou terapia por ondas de choque;

5) Uso de órteses ortopédicas para auxílio no tratamento, redução do inchaço e dor, além da segurança nos movimentos diários. Como a Joelheira Ortopédica GenuTrain, que ajuda a reduzir a dor, estimular a recuperação e assegurar que qualquer inchaço regrida rapidamente. E a Faixa Patelar Ortopédica GenuPoint Bauerfeind que tem uma compressão forte para atuar na área desejada, reduzindo a tensão sobre o tendão.

 


Tratamento cirúrgico

O tratamento cirúrgico somente é utilizado como última alternativa, quando todas outras possibilidades de tratamento forem esgotadas.

 

VOCÊ PODE SE INTERESSAR POR OUTROS ASSUNTOS EM NOSSO BLOG! QUE TAL LER SOBRE A CONDROMALÁCIA PATELAR, LESÃO QUE TAMBÉM CAUSA MUITAS DORES NO JOELHO?

Voltar para o blog