Início / News / OPS! Sentiu uma fisgada na coxa ao correr?
Fisgada na coxa ao correr, fisgada na coxa

OPS! Sentiu uma fisgada na coxa ao correr?

Quantas e quantas vezes você já sentiu uma fisgada na coxa ao correr, ou enquanto fazia seus treinos?

A fisgada nada mais é que uma lesão muscular que ocorre por excesso de atividade física rigorosa ou em alguma atividade normal no dia-a-dia.

 

O que causa?

As atividades que podem causar ou aumentar o risco de uma lesão muscular podem estar ligadas a diminuição da força, a limitação no afastamento das coxas e ao baixo condicionamento físico muscular, como:

  1. Atividades que exigem movimentos repetitivos como lutas e ginástica
  2. Aceleração ou desaceleração súbita como a prática de corrida, futebol tênis, basquete
  3. Deficiência no aquecimento
  4. Fadiga no músculo por uso excessivo
  5. Despreparo físico para que o músculo possa exercer todos os movimentos que o corpo humano necessita

 

Sintomas

O primeiro sinal é a dor súbita, às vezes acompanhado pela sensação de um estalo na coxa. Em algumas situações há um inchaço ou hematomas, dor no músculo afetado quando em repouso, sensibilidade ou fraqueza, tudo isso depende muito do grau da lesão.

 

Como é avaliado o grau de lesão na coxa?

Normalmente o médico solicita exames específicos, faz exames físicos e classifica o grau da lesão: pode ser de grau I a III.

Avaliação de grau de lesão na coxa, fisgada na coxa, lesão no músculo da coxa

Grau I: É o menor grau do estiramento muscular, afetando apenas uma porcentagem mínima das fibras musculares do músculo afetado. A recuperação completa é esperada dentro de semanas.

Grau II: Esta é uma lágrima parcial de uma porcentagem significativa das fibras musculares do músculo afetado. A recuperação completa pode ocorrer, mas pode demorar meses e requer reabilitação.

Grau III: Esta é uma ruptura completa, ou ruptura, do músculo afetado. Isso pode exigir reparo cirúrgico, e às vezes a recuperação é longa, mesmo após muitos meses de reabilitação substancial.

Qual tratamento indicado para inibir a piora do quadro?

Algumas dicas podem inibir a evolução da lesão, são elas:

  1. Proteja o músculo tenso de ferimentos adicionais.
  2. Descanse o músculo tenso. Evite as atividades que causaram a estiramento e as atividades que são dolorosas.
  3. Aplique gelo na área muscular lesionada (20 minutos a cada hora enquanto está acordado). O gelo é um agente anti-inflamatório e analgésico muito eficaz.
  4. Elevar a área lesada para diminuir o inchaço. Levante um músculo tenso da perna enquanto estiver sentado, por exemplo.
  5. Use e abuse de compressão para fornecer suporte e diminuir o inchaço.

A órtese MyoTrain usa uma combinação de fibras no tecido, sistema de straps e duas almofadas viscoelásticas, que podem ser posicionadas na área da lesão, melhorando a circulação sanguínea, aliviando a dor e acelerando o processo de cura.

MyoTrain, MyoTrain auxilia na recuperação de lesão na coxa

Como prevenir uma lesão muscular?

Não podemos evitar todas as lesões musculares mas, podemos reduzir a chance do seu desenvolvimento seguindo estas dicas:

        1. Evite lesões por estiramento diário.
        2. Faça fortalecimento e alongamentos adequados antes da prática de atividades físicas.
        3. Comece um programa de exercícios com um profissional da área.

Bauerfeind Brasil