Neuroma de Morton: O que é?

Apesar de nossos pés serem uma das partes mais importantes do corpo, muitas vezes não recebem a devida atenção. Além de responsáveis pela locomoção, também têm papel importante para uma boa postura, no equilíbrio e na boa execução dos movimentos corporais. 

 

Uma das lesões mais comuns é o Neuroma de Morton. Afinal, o que é?

Uma lesão que ocorre ao redor do nervo plantar – aquele que passa embaixo do pé – pode aparecer tanto entre o segundo e terceiro dedo, quanto entre o terceiro e o quarto dedo. Uma pequena massa se forma ao redor desse nervo, e, é considerado um neuroma benigno. Essas lesões são mais frequentes no lado esquerdo e raramente são bilaterais. A maioria dos pacientes acometidos com Neuroma de Morton são mulheres, cerca de 86% dos casos.


Neuroma de Morton Saiba O que é e Como Ocorre


Causas e fatores de risco

A lesão tem causa desconhecida, mas podemos dizer que seu aparecimento está mais relacionado aos fatores de risco do que a uma causa específica. Entre os fatores para que uma pessoa desenvolva Neuroma de Morton estão:

  • Uso de sapatos de salto alto ou muito apertados;
  • Atividades esportivas de alto impacto, que exijam o uso de sapatos mais apertados como corrida, esqui e escalada;
  • Pessoas que tenham joanetes, arcos altos do pé, pés planos, pés cavos e outras deformidades.

  

Principais sintomas

  • Dor intensa no antepé ou ao ficar de pé por longos períodos;
  • Sensação de queimação no antepé;
  • Formigamento dos dedos;
  • Dormência na área afetada pela lesão.

 

Como é feito o diagnóstico do Neuroma de Morton?

Qualquer tipo de dor persistente nos pés, que não passe com a troca de calçados, deve ser olhada com atenção. O diagnóstico da lesão neuroma de morton, ocorre através de exames clínicos (histórico do paciente e tipo de dor), ou físicos (apalpando o local de dor). Também é possível fazer exames complementares que servem para afastar a possibilidade da dor ser originária de alguma fratura. Os especialistas que podem diagnosticar o Neuroma de Morton são:

  • Clínico geral;
  • Podólogo;
  • Ortopedista;
  • Neurologista;
  • Reumatologista;
  • Infectologista.

 

Tratamento 

O tratamento clínico deve ser feito sempre com orientação médica especializada. Os anestésicos geralmente aliviam razoavelmente os sintomas. Já os corticoides associados aos anestésicos locais dão um resultado mais duradouro.

Outra saída é a utilização de órteses para a planta do pé que elevem o arco plantar, como palmilhas feitas sob medida. Esse tipo de tratamento tem sido muito eficiente. Em alguns casos a trava no calçado, na sola do sapato, também permite uma melhora da dor.

 

  



Você também pode se interessar por outros assuntos em nosso blog, já ouvir falar em Pés Diabéticos? Saiba sobre os cuidados e prevenção!

Voltar para o blog