Epicondilite lateral é a lesão mais recorrente no Beach Tennis

O Beach Tennis estourou no Brasil e é um esporte que veio para ficar. Praticado principalmente ao ar livre é um esporte que oferece inúmeros benefícios para a saúde e, ao mesmo tempo, por exigir demais das articulações pode causar muitas lesões como a epicondilite lateral, a mais recorrente.

 

Afinal, o que é o Beach Tennis? 

O Beach Tennis, como o nome diz é um esporte praticado na areia, e foi criado a partir do frescobol. É jogado com raquetes e bola padronizadas e o objetivo é devolver a bola recebida para o campo adversário com um único golpe sem deixá-la tocar o chão. A pontuação segue a mesma contagem do tênis de quadra com a diferença de não existir a vantagem.

 

Prática

A exigência física na prática do beach tennis é muito grande. Por ser praticado em terreno irregular, o equilíbrio é fundamental e proporciona um gasto energético imenso. Além disso, o impacto a cada salto, corridas e arranques para alcançar a bola, podem afetar as articulações e os músculos desencadeando patologias como epicondilites, bursites, tendinites, síndrome do impacto e até mesmo entorses de tornozelo e joelho.



Lesões mais comuns na prática do Beach Tennis

Entre todas as possíveis, a lesão mais recorrente é a epicondilite lateral (“cotovelo de tenista”). Esta condição causa dor intensa no cotovelo e se desenvolve pelo uso excessivo dos braços, antebraços e mãos. É uma inflamação no tendão dos extensores do pulso e pode aparecer devido a microlesões que acontecem durante a execução dos movimentos. Estas microlesões causam, progressivamente, um desgaste nos tendões que formam pequenas fissuras.

 

 


Uma grande aliada no tratamento desta lesão á a cotoveleira ortopédica EpiTrain Bauerfeind. Quando os tecidos do seu cotovelo estão tensos, doloridos, inflamados ou inchados, ela proporciona o alívio que você precisa, através de massagem e compressão.

Além da epicondilite lateral, outras lesões podem ocorrer:
- Entorse do tornozelo e joelho: por serem articulações bastante exigidas na areia.
- Lesões musculares agudas, mais comumente na coxa, panturrilha e região lombar.
- Entorses e fraturas mais comuns no hálux (“topada” no dedão do pé).
- Lesões no ombro.

Todas essas lesões podem ser prevenidas com preparo físico adequado para a prática deste esporte além de fisioterapia e uso de produtos ortopédicos que auxiliam no tratamento das lesões e alívio das dores.

 

Que tal ler mais sobre outras lesões que podem ocorrer no Beach Tennis? Como as possíveis lesões no ombro, entorse de tornozelo e até mesmo lesão muscular na coluna.


Voltar para o blog