Dor na sola do pé: O que pode ser?

A dor na sola dos pés não escolhe idade, nem rotina específica para aparecer. Todos os tipos de pessoas estão sujeitas a ter essa dor incômoda e pelos mais diversos motivos.


Uma das queixas mais frequentes nos consultórios médicos é a dor na sola dos pés. Essa dor tão incômoda, pode ser causada por diversas situações. Isso acontece, porque os pés são a parte do nosso corpo que mais sente o reflexo das atividades que fazemos durante o dia, já que são eles os responsáveis por absorver a maior parte do impacto dos nossos movimentos.

Algumas delas surgem em consequência dos maus hábitos que adotamos, e outras em função de patologias. Em ambos os casos, os sintomas e o desconforto são os mesmos: formigamento, inchaço, queimação e até mesmo uma dor, que de tão intensa, pode impedir a pessoa de se locomover normalmente.


Principais causas de dor na sola dos pés

Há alguns fatores do dia a dia que podem colaborar para o aparecimento da dor na sola dos pés. São ações rotineiras, que muitas vezes podem passar despercebidas, mas que podem levar ao aparecimento imediato da dor ou então servirem de gatilho para lesões mais complexas.

O uso constante de calçados inadequados como sapatos de salto alto, sandálias e chinelos gastos, ou tênis sem amortecimento são exemplos dessas ações. O sobrepeso é algo que também sobrecarrega o corpo e pode propiciar o aparecimento da dor na sola dos pés.

Alterações na anatomia dos pés, como o pé plano e pé cavo também podem causar modificações na sua passada e pisada e com isso, ocasionar dor e desconforto, inclusive em outras partes do corpo.


 

LEIA MAIS SOBRE O SEU TIPO DE PISADA, E COMO ESSE CONHECIMENTO PODE AJUDAR A PREVENIR LESÕES, AUXILIAR NA ESCOLHA DE TRATAMENTOS E PRINCIPALMENTE, SE MANTER SAUDÁVEL! 



Há também algumas patologias que podem levar à dor na sola dos pés. Vejamos as principais:

• Fascite Plantar – é uma inflamação que surge no tecido que reveste a sola dos pés. Aparece principalmente em decorrência do sobrepeso corporal e do uso prolongado de sapatos de salto alto. Seus principais sintomas são dor em forma de fisgada, inchaço, calosidades, rigidez e sensação de queimação nos pés.

• Entorse do pé – essa lesão pode ocorrer tanto em atletas, onde é mais comum, quanto em qualquer pessoa. Basta dar aquela pisada em falso enquanto você anda, corre, se movimenta e ocorra uma torção do pé. Inchaço, dor e dificuldade para caminhar e dor na sola dos pés são os principais sintomas.

• Esporão de calcâneo (síndrome de Haglund) – essa patologia aparece como uma consequência do excesso de pressão na fáscia plantar sobre o osso calcâneo. Isso causa uma protuberância no calcanhar, causada pela calcificação do ligamento do calcanhar. As pessoas mais suscetíveis a ter esse tipo de lesão são as que apresentam sobrepeso, ou tem o pé plano ou cavo.

• Metatarsalgia – os ossos medianos e longos da ponta dos pés são pontos suscetíveis à dor pois sofrem pressão local, o que desencadeia um processo inflamatório no tecido.

• Atividades físicas em excesso – o abuso das atividades físicas também pode deixar a sola dos seus pés doloridas. Toda atividade que é feita em demasia e que não está de acordo com os limites do seu corpo podem ocasionar inflamações nos tecidos dos tendões e dos pés, resultando em dor. Microlesões, tendinites e estiramento de tendões são as consequências mais comuns.

 


Prevenção e tratamentos a dor na sola dos pés

Com algumas medidas simples, você pode diminuir o aparecimento dessas dores e aliviar os sintomas. Preste atenção nessas dicas:

• Faça exercícios de alongamento no final do dia e massagens suaves nos pontos doloridos, isso pode ajudar muito. Escalda pés também pode trazer ótimos resultados.

• Não economize na hora de escolher os calçados que você usa, seja no dia a dia ou para as suas práticas desportivas. Os calçados precisam ser confortáveis e acomodarem bem os seus pés. Para desportistas e praticantes de caminhadas, escolha um tênis que ofereça amortecimento adequado, e evite correr em locais com desníveis no solo e buracos.

Quando a dor se torna crônica, é possível que seja necessário adotar algum tipo de medicação anti-inflamatória e analgésica, além de terapia fisioterápica. O médico ortopedista pode prescrever a aplicação de gelo, além do tratamento medicamentoso.

Em casos mais graves não está descartada a intervenção cirúrgica, por isso é importante agir com rapidez quando você perceber os primeiros sintomas.

A utilização de palmilhas ortopédicas tem um papel importante tanto na prevenção, quanto no tratamento da dor na sola dos pés. Para isso, você pode contar com duas opções de produtos da Bauerfeind:


As Palmilhas Ortopédicas WeightFlex são a opção ideal para pacientes que mudam seus sapatos regularmente. O núcleo inovador suporta os arcos dos pés e permite um movimento natural entre os calcanhares, além de ser revestida em espuma macia de alta qualidade.


Ou as Palmilhas Ortopédicas Sob Medida, que são as palmilhas especialmente confeccionadas para você. Através de um exame rápido, realizado pelos nossos especialistas, a sua pisada é avaliada de forma dinâmica e precisa. A partir desses resultados uma palmilha é feita observando exatamente todas as suas necessidades, corrigindo sua passada.







FONTES

Dor na sola do pé: 7 principais causas (e o que fazer).
Dores na Sola do Pé, Entenda e Saiba Mais.
Dor na sola do pé: Saiba o que pode ser e o que fazer para aliviar as dores.

 

Voltar para o blog