Síndrome da Banda Iliotibial: O que é e como tratar

A síndrome da banda iliotibial ou síndrome do atrito do trato ilitibial (SABI), popularmente conhecida como tendinite do corredor, é uma lesão comum em esportes que tem como característica movimentos repetitivos, especialmente a corrida de rua e o ciclismo.

 

O que é a Síndrome da Banda Iliotibial?

A síndrome da banda iliotibial é uma lesão causada por esforço repetitivo que afeta o ligamento que se estende ao longo da parte externa da perna, unindo o quadril ao joelho. Essa lesão causa dor sempre que a perna é levantada, especialmente ao subir e descer escadas ou ao atravessar encostas.

Não só é doloroso e frustrante, mas também incrivelmente comum.

Na verdade, um quarto de todas as lesões nas pernas e tornozelos são causadas pela Síndrome da Banda Iliotibial. Cerca de 15% dos atletas, em algum momento, experimentarão essa dor.

Imagem Ilustrativa Síndrome da Banda Iliotibial



 

Possíveis causas 

• Características individuais como fraqueza e má flexibilidade muscular, principalmente no glúteo médio e outras instabilidades mecânicas no corpo. Fatores que envolvem dor lombar prévia, pelve, quadris e joelhos, também contribuem.


• Fatores anatômicos como diferença no comprimento das pernas, inclinação anormal na pélvis, pernas arqueadas. Isso pode causar a chamada pisada supinada, que pode ser diagnosticada através do teste de pisada.

• Erros nos planos de treinamento, com intensidades e volumes inadequados.

• Postura inadequada na prática esportiva (Ex: ciclistas que pedalam jogando e rodando os joelhos para dentro).

• Flexão dos joelhos exageradas, o famoso agachamento (Ex: levantamento de peso, remo, crossfit).


Quais são os sintomas?

O início da síndrome do trato iliotibial é manifestado como dor lateral do joelho, que apresenta piora com a realização de esforços físicos repetitivos. Outros sintomas incluem:

• Hipersensibilidade na extremidade distal e lateral do fêmur (próximo ao joelho);

• Dor em queimação durante a palpação;

• Em casos mais avançados, dor na região lateral da perna.

Estas queixas de dor podem aparecer após o aumento de volume de treino, por exemplo, um corredor que aumenta exponencialmente a quilometragem percorrida em um curto período de tempo pode vir a desenvolver estes sintomas, que podem ser intensificados pela sucessão de estímulos semelhantes até que o indivíduo seja impedido de praticar o esporte.



Mas afinal, essa lesão tem cura?

A Síndrome da Banda Iliotibial é uma inflamação aguda do ligamento e, portanto, não será capaz de ser curada sem tratamento adequado. E, embora possa ser uma lesão persistente, a boa notícia é que ela não é permanente.

É importante observar que quanto mais graves forem as dores e lesões, maior será a necessidade de um tratamento completo. Em última análise, a prevenção é a melhor cura e, mesmo que você nunca tenha passado por isso, cuidar das suas pernas agora, fará uma diferença enorme.


 



Como tratar a Síndrome da Banda Iliotibial?

As dicas abaixo são úteis para gerenciar a dor, bem como reduzir o risco de sua ocorrência.


Adeque seus movimentos - Refinar sua técnica de corrida, quando você pratica esportes, pode reduzir a tensão na faixa iliotibial, e permitir menos tensão na perna em geral. 

Olhe bem por ande anda - Se você é corredor, precisa saber que o terreno em que você corre tem um grande efeito sobre seus joelhos e os músculos conectados a eles. Sempre que possível, opte por terrenos macios, como grama e trilhas de terra.

Escolha o calçado adequado - E use palmilhas feitas sob medida, que são feitas para corrigir sua pisada, e são feitas após um exame que detalha as zonas de maior pressão no seu pé.

Fortaleça seus músculos e articulações - Com o auxílio de um profissional, siga um programa que permita a prevenção de lesões e aumente seu rendimento.



APROVEITE PARA LER TAMBÉM SOBRE OS BENEFÍCIOS DA CORRIDA DE RUA!


Voltar para o blog