Caminhar reduz os sintomas da artrose no joelho e quadril

Pacientes que caminham pelo menos duas series de 1.500 passos em três dias da semana reduzem os sintomas da artrose no joelho e quadril e, significativamente, melhoram a função física.

Essa afirmação é a conclusão de um artigo da revista médica Arthritis Research and Therapy que revela que:


CAMINHADA PROGRESSIVA
+
MEDICAMENTOS E TRATAMENTO ADEQUADOS
=
REDUÇÃO DOS SINTOMAS E PROGRESSÃO DA
ARTROSE NO JOELHO E QUADRIL


Segundo o fisioterapeuta Maurício Garcia muitas pessoas têm dúvidas sobre a relação da artrose do joelho e quadril e a atividade física, em especial a caminhada. Para sanar essas dúvidas nada melhor do que divulgar essa pesquisa. Mas antes vamos falar sobre a artrose e alguns dados relevantes sobre ela.

 

 

Sobre a artrose

Artrose é o mesmo que osteoartrite, osteoartrose, artrose ou doença articular degenerativa ou, simplesmente OA. No conjunto das doenças agrupadas sob a designação de “reumatismo” a artrose é o distúrbio musculoesquelético muito comum e é uma das principais causas de dor e incapacidade no Brasil e no mundo.

 

Alguns Números

Segundo dados da previdência social no Brasil, a artrose é responsável por 7,5% de todos os afastamentos do trabalho; é a segunda doença entre as que justificam o auxílio-inicial, com 7,5% do total; é a segunda também em relação ao auxílio-doença (em prorrogação) com 10,5%; é a quarta a determinar aposentadoria (6,2%). * 

Não há cura conhecida para artrose. O objetivo do tratamento, portanto, é ajudar a reduzir a dor do paciente, prevenir reduções em sua capacidade funcional e manter ou aumentar sua mobilidade articular. Para indivíduos com sintomas de leve a moderados de artrose e nenhum outro problema de saúde, as diretrizes internacionais para o tratamento inicial recomendam mudanças no estilo de vida.

A partir destas informações alguns ensaios clínicos têm sido aplicados, em especial em pessoas que apresentam sintomas leves a moderados de artrose no joelho e quadril com o objetivo de melhorar a estabilidade das articulações, ampliar o movimento e aumentar a capacidade aeróbia e funcional, a fim de diminuir a dor, a incapacidade, a depressão e a ansiedade dos pacientes. 

 

Sobre a pesquisa

36 pacientes com artrose leve a moderada no joelho e quadril foram avaliados, receberam tratamento medicamentoso e participaram de um programa que incluía um guia de caminhada, um pedômetro (aparelho que mede distâncias e passos), folhas de registro de exercícios e planejamento semanal.

 

Resultado da pesquisa

Todos os pacientes apresentaram melhora significativa dos sintomas das dores, independente da frequência de caminhada (1500 passos três ou cinco dias por semana).

Os especialistas destacam que essa quantidade de exercícios é menos do que a das recomendações atuais de atividades físicas para a população geral, mas acompanha as recomendações para pessoas com artrite e artrose. Antes da prática, porém, os pacientes devem procurar um especialista, afirma o fisioterapeuta Maurício Garcia.

  

Auxiliares no tratamento e prevenção de dores no joelho

As joelheiras ortopédicas podem ser grandes aliadas no tratamento dos sintomas da artrose no joelho. Elas proporcionam estabilidade, conforto e segurança reduzindo significativamente as dores. 

 
Refs:

Sociedade Brasileira de Reumatologia

 

 

VEJA TAMBÉM TUDO O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE AS ÓRTESES PARA ARTROSE DO JOELHO!

 

 

Voltar para o blog